CREF16 discute a intervenção Profissional em Educação Física

Um bom profissional é aquele que sempre questiona e busca soluções de anseios na sua área. O Conselho sempre estará de portas abertas para receber a todos que necessitem de algum direcionamento. Diante disso, o Profissional de Educação Física Leônidas Oliveira CREF 002514-G/RN, procurou o CREF16 para tratar de questões da atuação do Profissional de Educação Física. Presentes na reunião, o Presidente Borges CREF 001001-G/RN e a Presidente da Comissão de Ensino Superior, Rosa Mendonça CREF 000113-G/RN

Leônidas questiona se os profissionais realmente sabem, de fato, todos os leques de atuação, e saindo um pouco da área do esporte, o Profissional de Educação Física também deve exercer sua profissão na área hospitalar. “Comecei vendo lacunas na área da Educação Física, questionei aos meus colegas se eles realmente sabiam que podem atuar em hospital, maternidade, entre outros. Com isso, vejo que nós podemos muito mais do fazemos atualmente”, analisa Leônidas.

Graduado também em Fisioterapia, Leônidas acredita que falta identidade para os Profissionais de Educação Física, e considera que isso é proveniente de algumas falhas na formação. “Por que encontramos tantas falhas? É preciso discutir mais sobre esse assunto, fortalecer a área, deixar mais robusto e fomentar estratégias no âmbito regional, e quem sabe podemos trazer isso para a esfera nacional”.

Para Rosa Mendonça, é de extrema importância receber profissionais preocupados com o presente e futuro da profissão. “O Conselho também existe para ouvi-los, e nada melhor do que eles mesmos para argumentarem sobre os enfrentamentos que dispõem na área da Educação Física. A partir desses questionamentos, geram-se as reflexões e discussões, com isso, enriquecemos e favorecemos as boas mudanças”, pontua Rosa.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Captcha loading...

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.