CREF16/RN ENCONTRA 50 ACADEMIAS IRREGULARES EM UM MÊS

Publicado por Thiago César Oliveira da Silva Azevedo em

Fiscalização visitou 41 cidades de todas as regiões do Estado em setembro e identificou ainda 24 pessoas em exercício ilegal da profissão.

Os fiscais do Conselho Regional de Educação Física da 16ª Região, o CREF16/RN, passaram por 41 cidades potiguares no mês de setembro e encontraram 50 academias de musculação em situação irregular, 25 delas sem registro no Conselho, o que as impede de oferecer o serviço de atividade física. 11 dessas academias foram fechadas ainda durante a presença dos fiscais do CREF.

A fiscalização também identificou 24 pessoas trabalhando irregularmente, sem o registro no Conselho de Educação Física. Essas pessoas vão ser denunciadas ao Ministério Público por exercício ilegal da profissão de Educação Física. A lei federal número 9.696 de 1º de setembro de 1998 determina que apenas pessoas habilitadas e registradas no Conselho de Educação Física podem exercer a profissão.

 “Os números tem se repetido já que o trabalho de fiscalização se intensificou. Esse trabalho é importante para que os donos dessas academias tenham a consciência de que a regularização é importante para que a comunidade possa ser atendida de uma forma segura. O lado positivo é que, com o aumento das fiscalizações, aumenta também a procura pela regularização”, afirma Luiz Marcos Peixoto, chefe do departamento de fiscalização do Conselho de Educação Física.  Das 25 academias sem registro identificadas em setembro, 18 já procuraram o Conselho para acertar a situação.

Entre as 41 cidades visitadas em setembro estão Natal, Parnamirim, Caicó, Currais Novos, Extremoz e Macau. 48 denúncias recebidas pelo departamento de fiscalização do Conselho foram averiguadas em um mês.  Eventos, condomínios e escolas também foram fiscalizados.

Categorias: Notícias

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Captcha loading...

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.